sábado, 31 de março de 2012

Claraboya, por Hector Abad Faciolince


Hace algunas semanas leí Claraboya, la segunda novela de José Saramago. El libro fue escrito hace 60 años, cuando Saramago era muy joven todavía. En vista de que la novela fue rechazada en su momento por una editorial, y en vista de que el autor no conservaba copia alguna de la misma, el libro estuvo guardado durante decenios, primero en alguna caja perdida de la editorial, y luego en la casa del escritor en Lanzarote, cuando Saramago pidió que se la devolvieran. Nunca hasta ahora había sido publicada.
Es una experiencia curiosa, y en este caso feliz, leer el libro de un joven que -ahora lo sabemos- llegaría a ser, de adulto, un genio de las letras. También los grandes atletas tienen que aprender a caminar en algún momento de sus vidas; tampoco los grandes escritores nacen aprendidos, y fallan. Pero a veces pasa que, incluso en sus primeros esbozos, muestran ya de algún modo el talento innato que tienen y dejan entrever el genio que tendrán.
El Espectador.

Ministros da Educação da CPLP manifestaram empenho no Acordo Ortográfico

Educação da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) manifestaram nesta sexta-feira em Luanda o seu empenho em adoptar o Acordo Ortográfico (AO) como ferramenta de promoção e defesa da língua portuguesa.
O compromisso consta da Declaração Final aprovada no final da VII Reunião de Ministros da Educação da CPLP, que hoje se realizou em Luanda.
No final dos trabalhos, o ministro Nuno Crato, que representou Portugal no encontro, destacou o facto de os oito Estados membros terem declarado “o empenho em levar para a frente o processo do acordo ortográfico”.
“Há uma declaração assinada por todos. Agora, cada país tem o seu calendário, cada país tem as suas dificuldades. Falou-se bastante do vocabulário ortográfico comum, dos vocabulários nacionais que estão a ser construídos”, acrescentou.


sexta-feira, 30 de março de 2012

Livro de Damásio em Caracas...

En busca de Spinoza (Ao Encontro de Espinosa, na versao original), do cientista portugués António Damásio,  já está à venda nas principais livrarias de Caracas.
António Damásio (Lisboa, 1944) é um neurocientista português, que trabalha nos estudo do cérebro e das emoções humanas. Actualmente é professor de Neurociência na University of Southern California. Publicou o seu primeiro livro: O Erro de Descartes - Emoção, Razão e Cérebro Humano assim como O Sentimento de Si, eleito um dos dez livros do ano pelo New York Times.
Entre muitos outros prémios, recebeu o Prémio Pessoa e o Prémio Príncipe das Astúrias de Investigação Científica e Técnica em Junho de 2005.
Observou o comportamento em centenas de doentes com lesões no córtex pré-frontal, permitindo concluir que, embora a capacidade intelectual se mantivesse intacta, esses doentes apresentavam mudanças constantes do comportamento social e incapacidade de estabelecer e respeitar regras sociais.

Ciclo de cinema: Manoel de Oliveira leva 'Amor de Perdição' a Guimarães

Manoel de Oliveira regressa a Guimarães 2012 Capital Europeia da Cultura no domingo, 1 de abril, para assistir à exibição do filme da série televisiva 'Amor de Perdição', realizados pelo autor em 1978.
A sessão realiza-se às 21.30 no Centro de Artes e Espetáculos São Mamede. A produção, baseada na obra homónima de Camilo Castelo Branco, é considerada uma das mais polémicas do cinema português.

Diáriode Notícias

quinta-feira, 29 de março de 2012

Lisboa despide a Tabucchi

El escritor italiano de alma portuguesa, descansa ya en el viejo cementerio dos Prazeres, en Lisboa, la ciudad que acabó siendo suya y en la que murió, el pasado domingo, a los 68 años, de un cáncer de pulmón. Fue incinerado por la mañana en una ceremonia privada. Después, tras un acto público y laico, sus cenizas quedaron para siempre depositadas en el pequeño panteón de los escritores de este cementerio antiguo que, en 1935, acogió también los restos del escritor que cambió la vida para siempre de Tabucchi, Fernando Pessoa: en un viaje a París en los años sesenta, el joven Tabucchi descubrió un poema traducido al francés del escritor portugués que le conmovió lo bastante como para decidir aprender la lengua de Pessoa y viajar al poco tiempo a Lisboa tras el rastro de las huellas del poeta.

El País, España.

Porto é o "Melhor Destino Europeu"


O Porto foi eleito o "Melhor Destino Europeu 2012" entre 20 cidades selecionadas por um júri da Associação dos Consumidores Europeus, foi hoje anunciado.
O Norte, que com Guimarães como Capital Europeia da Cultura e Braga como Capital Europeia da Juventude , recebe mais uma distinção a nível europeu em 2012.
A votação online decorreu nas últimas três semanas no sítio da Internet do European Best Destination , tendo sido contabilizados mais de 212 mil votos.
Em 2.º lugar ficou Viena, na Áustria, e em 3.º Dubrovnik, na Croácia, tendo Lisboa ficado em 8.º lugar no ranking.
À frente da capital portuguesa ficaram Praga (República Checa), Bruxelas (Bélgica), Berlim (Alemanha) e Budapeste (Hungria).
Em 2010, Lisboa foi a cidade eleita pela Associação dos Consumidores Europeus para o "Melhor Destino Europeu 2010" e, em 2011, a vencedora foi Copenhaga, na Dinamarca.
O Porto - vencedor do título "Melhor Destino Europeu 2012" - vai poder incluir a utilização do logótipo "Escolha do Consumidor Europeu", durante um ano, em toda a comunicação do turismo oficial

Visão

Cante alentejano nas mãos de Portas e Passos Coelho

A decisão da entrega do dossiê do Cante à UNESCO, em Paris, terá de ser tomada nas próximas 48 horas pelo ministro dos Negócios Estrangeiros e pelo primeiro-ministro.
As afirmações são de Carlos Laranjo Medeiros, que falava à saída do Ministério dos Negócios Estrangeiros, em Lisboa, onde elementos da candidatura do Cante Alentejanmo a Património Imaterial da Humanidade se reuniram com o presidente da Comissão Nacional da UNESCO, embaixador António Almeida Ribeiro, e com a chefe de gabinete do ministro Paulo Portas, Madalena Fischer, a quem entregaram o dossiê da candidatura.
"Não nos colocaram quaisquer entraves ou observações do ponto de vista técnico ou científico, a única questão levantada foi o timming diplomático, isto é, o tempo de ativar a rede diplomática portuguesa de consulados e embaixadas, mas isso creio que temos um ano e meio pela frente", disse Laranjo Medeiros aos jornalistas.

Souto de Moura recebe Prémio Personalidade do Ano

O Prémio Personalidade do Ano/Martha de la Cal, da Associação da Imprensa Estrangeira em Portugal (AIRP), é entregue no dia 10 de abril no Casino Estoril ao arquiteto Eduardo Souto de Moura.
A cerimónia é presidida pela ministra da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território, Assunção Cristas.
A AIEP considerou o arquiteto portuense a "pessoa ou instituição portuguesa que mais fez pela imagem do país no exterior" no ano passado.
O galardão da AIEP foi atribuído ao arquiteto no mesmo ano em que o autor do Estádio Municipal de Braga recebeu o Prémio Pritzker, o mais importante reconhecimento mundial na área da arquitetura.

quarta-feira, 28 de março de 2012

Única livraria de poesia do país fecha as portas “sem dívidas”

Lisboa perdeu a sua única livraria exclusivamente dedicada à poesia. Lisboa e o país. A Poesia Incompleta era caso sem-par em Portugal até hoje, terça-feira, dia em que fechou as portas. O proprietário, Mário Guerra, admite reabrir num outro espaço, mas não consegue esconder a profunda desilusão com o rumo do país.
Está a respirar-se mal neste país. Este país não é para velhos, nem para novos, nem para os do meio. Estou a pensar emigrar, como sugeriu um ministro qualquer”, afirma ao PÚBLICO, num tom irónico que o leva a dizer que vai “doar” os volumes de poesia que sobraram na livraria ao ministro adjunto e dos Assuntos Parlamentares, Miguel Relvas.

O que é dizer muito. A Poesia Incompleta tem um fundo de oito a dez mil volumes de e sobre poesia, em mais de 30 línguas, e com mais de 260 editoras, segundo a Lusa. A livraria, que estava aberta ao público desde Novembro de 2008, tinha três salas por onde se espalhava todo este espólio, que incluía raridades e antiguidades.

João Barrento vence prémio

O escritor João Barrento foi distinguido com o Grande Prémio de Ensaio "Eduardo Prado Coelho", atribuido pela Associação Portuguesa de Escritores e Câmara Municipal de Vila Nova De Famalicão 2011, anunciou hoje a organização.
A obra de João Barrento que conquistou a unanimidade do júri é "O Mundo está cheio de Deuses - Crise e Crítica do Contemporâneo", editada pela Assírio & Alvim, indica uma nota da direção da Associação Portuguesa de Escritores (APE).
Nesta 3.ª edição do galardão, relativa aos livros publicados em 2011, o júri foi constituído por José Carlos Seabra Pereira, Luísa Mellid-Franco e Margarida Braga Neves.
Este prémio, no valor de 7.500 Euros, com o patrocínio integral da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, já distinguiu autores como Vitor Aguiar e Silva e Manuel Gusmão.

Morre Paula Massano, pioneira da Nova Dança Portuguesa

Paula Massano, coreógrafa nas décadas de 1980 e 1990 e uma das primeiras impulsionadoras do movimento que ficou conhecido como Nova Dança Portuguesa, faleceu segunda-feira à noite, em Lisboa.
Segundo a fonte da Direção-Geral das Artes (DGArtes), a coreógrafa encontrava-se internada no Instituto Português de Oncologia, em Lisboa, onde acabou por falecer.
Paula Massano nasceu em Angola a 30 de novembro de 1949 e desde os 10 anos vivia em Lisboa. Além da formação em dança, em Portugal e no estrangeiro, estudou arquitetura, sendo muito vincada, nas suas coreografias, a ligação às artes plásticas e à literatura. A sua obra "Na Palma da Mão a Lâmpada de Guernica" (1981), entre outras, é considerada dos primeiros trabalhos coreográficos de vanguarda no nosso país.

terça-feira, 27 de março de 2012

Dia Mundial do Teatro: Protestos e representações pelo país assinalam dia


O Dia Mundial do Teatro é hoje celebrado em Portugal com protestos de artistas, frente ao Parlamento, apresentações de livros, exposições, debates, tertúlias e também subida a cena de peças.
O CENA - Sindicato dos Músicos, dos Profissionais do Espetáculo e do Audiovisual convocou uma concentração para hoje, às 15:00, em frente à Assembleia da República, contra "o anúncio do corte de 100 por cento nos apoios anuais e pontuais".
Também em Lisboa, no Teatro da Trindade, a Fundação de Inatel apresenta quatro manuais sobre diferentes áreas cénicas, com o intuito de "fornecer técnicas e procedimentos de desempenho em palco para uma melhoria e crescimento do teatro amador", segundo fonte daquela instituição,

A luz incandescente de Maria Teresa Horta

Diante da sua nova antologia de poesia erótica, As Palavras do Corpo, Maria Teresa Horta recapitula uma vida inteira de risco e de exposição, de leitura e de escrita: “Para mim, escrever é voo e sobressalto, incêndio e desmesura”
Maria Teresa Horta, poeta, ficcionista, activista, feminista, é uma das mais importantes figuras da literatura portuguesa, conjugando na perfeição a luta feroz pelas causas que defende e o fulgor da escrita. Ao longo de uma vida apaixonante e apaixonada, Maria Teresa Horta conheceu o peso da ditadura e foi penalizada por ser mulher, livre e escritora. Com um vasto e diferenciado corpus literário que inclui poesia e prosa, a autora acaba de publicar uma antologia de poesia erótica intitulada As Palavras do Corpo (Dom Quixote), depois de ter ganho o Prémio D. Dinis - Casa de Mateus 2011 pelo romance histórico As Luzes de Leonor (Dom Quixote).

Centro Cultural de São Lourenço vai encerrar

O Centro Cultural de São Lourenço, em Almancil, um dos ícones da cultura no Algarve ao longo das últimas três décadas, e local de eleição do pintor e prémio Nobel da literatura Gunter Grass, vai encerrar por tempo indeterminado.
Ao longo de 30 anos o Centro Cultural de São Lourenço (CCSL) tornou-se numa galeria de arte de renome internacional e por ali passaram alguns dos mais conceituados artistas plásticos contemporâneos, poetas e músicos, nacionais e estrangeiros, entre os quais se destacam José de Guimarães, João Cutileiro, Antoni Tàpies ou Günter Grass, Prémio Nobel da Literatura.
"O Gunter Grass é um grande amigo nosso que gosta muito do Algarve e expôs cá várias vezes, já o Antoni Tàpies (recentemente falecido), expôs pela primeira vez em Portugal na nossa galeria, há uns 25 anos, quando ninguém sabia ainda quem ele era", contou à Lusa Marie Huber, fundadora e dinamizadora do CCSL.

segunda-feira, 26 de março de 2012

Inês Pedrosa responde a Fernando Pessoa

Pensa-se que será da década de 30 do século passado ‘A Carta da Corcunda ao Serralheiro’, que Fernando Pessoa escreveu mas não datou, e à qual a escritora Inês Pedrosa decidiu responder com ‘A Carta do Serralheiro para a Corcunda’. Os dois textos servem agora de pretexto para o espectáculo ‘Carta com Resposta’, que Ângela Pinto e Hélder Gamboa estão a apresentar no Centro Cultural da Malaposta, em Odivelas, só este fim-de-semana, mas que a companhia A Tenda vai manter em repertório, para digressão.
Nota: Recordamos que o IPC já fez uma leitura dramatizada destas cartas, para o qual contou com as colaborações de Aurélia Freitas.

A Voz do Operário vai ser classificada como monumento

A sede de A Voz do Operário, em Lisboa, vai ser classificada como monumento de interesse público. A abertura do processo remonta a 1986, altura em que a então deputada comunista Maria Santos entregou uma petição ao Instituto Português do Património Cultural para que o imóvel localizado entre a Graça e a Feira da Ladra fosse protegido.
"O edifício projectado em 1912, da autoria do arquitecto Norte Júnior, é um interessante exemplar do início do século XX em que o ferro é utilizado como novo material de construção", refere um parecer do conselho consultivo do instituto. O mesmo documento dá conta de como a funcionalidade do edifício se alia a uma certa monumentalidade, visível na grande escadaria interior e no salão nobre, numa "intencionalidade política de elevar o carácter social e assistencial da arquitectura, numa altura em que o operariado começava a movimentar-se com alguma expressão".

Público.

domingo, 25 de março de 2012

Morreu Antonio Tabucchi.

O escritor italiano Antonio Tabucchi morreu de cancro, em Lisboa, aos 68 anos. Tabucchi tinha uma longa ligação com Portugal e era considerado um dos nomes maiores da literatura europeia.
Autor de livros como “Afirma Pereira” (1994), obra premiada e que foi adaptada ao cinema com Marcello Mastroianni no papel principal, e "Notturno Indiano" (1984), era também professor de Língua e Literatura Portuguesas na Universidade de Siena.
Um último livro de Tabucchi, "O Tempo Envelhece Depressa", será editado no próximo mês pela Dom Quixote.
Nascido em Pisa, em 1943, cresceu numa pequena povoação próxima daquela cidade. Filho de um comerciante de cavalos, estudou línguas e filosofia, antes de decidir viajar pela Europa. Em Paris, na Sorbonne, descobriu, traduzida para francês, uma colectânea de poemas de Fernando Pessoa (que incluía a "Tabacaria"), por cuja obra se apaixonou, decidindo estudar português para melhor compreender o poeta.



sábado, 24 de março de 2012

O prémio Lady Harimaguada e prémio do público "Tabu", de Miguel Gomes, recebe dois prémios em Las Palmas

A 3ª longa-metragem de Miguel Gomes, acaba de conquistar o prémio Lady Harimaguada de Prata no Festival de Las Palmas, que começou no dia 16 de Março e termina amanhã.
É um prémio no valor de 20.000 euros - o filme anterior de Gomes, "Aquele Querido Mês de Agosto", tinha já recebido o mesmo galardão em 2009 e também o prémio José Rivero para Melhor Jovem Realizador. "Tabu" recebeu também em Las Palmas o prémio do público.

"Tabu" tem estreia nacional marcada para 5 de Abril.


Público.

ANOTADA POR EUGÉNIO DE ANDRADE Poesia: CCB mostra edição de "Obscuro Domínio"

O Dia da Poesia no Centro Cultural de Belém (CCB), em Lisboa, expõe a primeira edição de "Obscuro Domínio", de Eugénio de Andrade, anotada à mão pelo próprio escritor.
"Nesta edição de 1972, o poeta, depois de editado o livro, fez inúmeras alterações e correções pelo seu próprio punho, o que me pareceu interessante pois mostra a busca permanente pela perfeição", disse à Lusa o escritor Vasco Graça Moura que preside ao conselho de administração do CCB.
"A possibilidade de expor o volume em que o próprio Eugénio de Andrade fez inúmeras correções e emendas e alterações com vista à segunda edição, pareceu-me que era interessante proporcionar aos visitantes um olhar sobre a oficina de um poeta", disse Graça Moura.
Diário de notícias

sexta-feira, 23 de março de 2012

De 7 a 29 de Julho: Festival de Avignon recebe Romeu Runa e Miguel Moreira

Começam a chegar os nomes que vão fazer a programação do Festival de Avignon, que acontece em França de 7 a 29 de Julho. E na programação oficial, ao lado de nomes como Romeo Castelluci, Christophe Marthaler, Thomas Ostermeier, Forced Entertainment, Sophie Calle e William Kentridge, vai estar uma dupla de criadores portugueses. O encenador Miguel Moreira e o bailarino Romeu Runa apresentam de 18 a 26 no Cloitre des Celestins The Old King, coreografia estreada em 2011.
 A coreografia, um solo construído a partir de uma fotografia de Daniel Blaufuks, procura trabalhar uma relação que os dois autores dizem ser essencial: “A ideia aqui é encontrar o pensamento daquele homem isolado e a sua relação com a sociedade", disseram ao Público na altura da estreia, em Junho de 2011. A peça foi nomeada para melhor coreografia pela Sociedade Portuguesa de Autores.
  A última vez que uma criação nacional tinha feito parte da programação do festival tinha sido em 1988 com A Morte o Príncipe, a partir de Fernando Pessoa, encenação de Luís Miguel Cintra, com interpretação do actor e de Maria de Medeiros.

Festival francês de cinema de animação realiza-se de 4 a 9 de Junho :Novo filme de Regina Pessoa seleccionado para Annecy

“Kali, o Pequeno Vampiro”, o novo filme de Regina Pessoa, vai estar a concurso no próximo Festival Internacional de Cinema de Animação de Annecy, que se realiza nesta cidade dos Alpes franceses de 4 a 9 de Junho.
  O novo filme da autora de “História Trágica com Final Feliz”, ainda à espera de estreia nacional, é uma das 49 curtas-metragens que vão disputar o principal prémio do festival. “Kali, o Pequeno Vampiro” volta a animar uma história sobre a diferença, a de “um rapaz diferente dos outros, que sonha em encontrar o seu lugar ao sol”.

Realizado pela técnica de desenho e gravura animados por computador, o filme de nove minutos conta com narração do actor canadiano Christopher Plummer e do realizador português Fernando Lopes, e tem música da banda suíça The Young Gods.

quinta-feira, 22 de março de 2012

Hoje, às 19: 30!

Lançamento do livro Portugal y Venezuela: 20 testimonios.
Trata-se de um conjunto de entrevistas a individualidades da Comunidade, cuja responsabilidade é da jornalista Yoyiana Ahumada Licea. O livro está editado pela Sociedad de Amigos de la Cultura Urbana e contou com os auspícios da Fundación Rosa y Giusepe Vagnoni.
A apresentação do livro será seguida de uma sessão de fado na voz de Norma Monasterios e o acto encerrará com um brinde.

Não falte!

O evento será no Salão Nobre do Centro Português.

quarta-feira, 21 de março de 2012

Cerimónia de entrega das distinções realiza-se no dia 1 de Junho, em Lisboa Restauro dos órgãos do convento de Mafra vence prémio Europa Nostra


O restauro dos seis órgãos históricos da basílica do convento de Mafra é um dos contemplados com o Prémio do Património Cultural da União Europeia/Europa Nostra (categoria Conservação), hoje anunciado em Bruxelas. O júri disse-se impressionado com “o restauro deste conjunto único e majestoso de órgãos” do início do século XIX, que foi orientado pelo especialista Dinarte Machado e acompanhado por um comité científico.
“Este projecto resultou não apenas no restauro dos órgãos, mas também num caso que pode ser apresentado como exemplo para as gerações futuras da integração perfeita de elementos móveis na estrutura arquitectónica. Transmite um verdadeiro sentido de coerência, enriquecido neste caso pela harmonia entre os aspectos materiais e imateriais do património”, diz ainda a acta do júri do prémio lançado no âmbito do concurso Europa Nostra, e que se estende também às categorias de investigação, educação e contribuições exemplares individuais ou colectivas.


hoje: dia Mundial da Poesia

Pelo quinto ano consecutivo e numa iniciativa conjunta do Plano Nacional de Leitura e do Centro Cultural de Belém comemoramos, no dia 24 de março, o Dia Mundial da Poesia.
Um programa intenso, ao longo do dia, que se inicia a partir das 11 horas com a Feira do Livro de Poesia, vários espaços onde a poesia portuguesa é dita por poetas, atores e personalidades.
O indispensável espaço para os espontâneos Diga lá um poema e um conjunto de oficinas e atividades que a Fábrica das Artes organiza para todas as idades. Este ano, a Maratona da Leitura é dedicada a Jorge de Sena.
O êxito da primeira edição leva-nos a dar continuidade ao Concurso de Poesia dirigido às escolas, cuja seleção final terá lugar no CCB, com a atribuição de prémios para os melhores
poemas. O Centro de Reuniões, o Centro de Espetáculos e todos os espaços intermédios vão ser vividos num ambiente de festa com muita poesia, para todas as idades.

Torne a sua vida mais rica. Leia um poema!

Novo livro sobre a emigração...

Amanhã, 22 de Março, pelas 19:30 h, decorrerá o lançamento do livro Portugal y Venezuela: 20 testimonios. Trata-se de um conjunto de entrevistas a individualidades da Comunidade, cuja responsabilidade é da jornalista Yoyiana Ahumada Licea. O livro está editado pela Sociedad de Amigos de la Cultura Urbana e contou com os auspícios da Fundación Rosa y Giusepe Vagnoni.
A apresentação do livro será seguida de uma sessão de fado na voz de Norma Monasterios e o acto encerrará com um brinde.

Não falte!

O evento será no Salão Nobre do Centro Português.

terça-feira, 20 de março de 2012

Entrada livre para desempregados em museus e teatros

Os desempregados podem, a partir de 27 de março, entrar de graça nos museus, monumentos e palácios tutelados pelo Governo e a ter descontos para espetáculos nos teatros nacionais, revelou hoje a secretaria de Estado da Cultura.
Numa nota, a secretaria de Estado da Cultura revela que, com esta medida, pretende que as pessoas que têm hábitos culturais não vejam "o seu acesso à cultura limitado por se encontrarem numa situação de desemprego".
Desta forma, a partir de 27 de março, Dia Mundial do Teatro, os desempregados passam a entrar gratuitamente nos museus, monumentos e palácios tutelados pela Secretaria de Estado da Cultura.

Carminho no top 5 do iTunes em Espanha

O novo álbum da fadista, Alma, entrou para o nº5 do top de vendas de álbuns no iTunes em Espanha e entrou diretamente para o primeiro lugar do top nacional de vendas em Portugal
Depois do sucesso alcançado com o dueto com o espanhol Pablo Alborán, Carminho volta a dar que falar em Espanha. O seu segundo álbum, intitulado Alma, entrou para o nº5 do top álbuns do iTunes em Espanha.
Este novo disco da fadista foi lançado simultaneamente em Portugal, Finlândia, Suécia e Espanha.

Ana Paula Laborinho nomeada presidente do Camões

Ana Paula Laborinho foi nomeada para a presidência do Camões -- Instituto da Cooperação e da Língua, disse hoje à Lusa fonte oficial do Ministério dos Negócios Estrangeiros que acompanha Paulo Portas numa visita à Líbia.
O Camões -- Instituto da Cooperação e da Língua resulta da fusão do Instituto Camões e do Instituto Português de Apoio ao Desenvolvimento (IPAD).
Ana Paula Laborinho tem 54 anos, é doutorada em Estudos Literários pela Universidade de Lisboa e era presidente do agora extinto Instituto Camões desde 2010.
Na dependência deste novo instituto passam a estar os centros culturais portugueses e as estruturas de coordenação do ensino do Português no estrangeiro, continua a assegurar a rede de professores no estrangeiro (básico e secundário e também as atividades dos leitorados nas universidades estrangeiras), além de promover o desenvolvimento de plataformas para o ensino à distância e certificar a aprendizagem e formação de professores.

Leituras e novos livros assinalam Dia Mundial da Poesia

"Estendais" de poemas, leitura de poesia e apresentação de livros são algumas iniciativas que assinalam em Portugal o Dia Mundial da Poesia que se celebra amanhã.
Nos 16 municípios da Área Metropolitana do Porto, entre eles, S. João da Madeira, Trofa e Matosinhos, pelas 11:00, realiza-se um "estendal poético metropolitano" constituído por poemas selecionados pelos diferentes concelhos. Em São João da Madeira, a partir das 13:00, em vários restaurantes da cidade serão lidos poemas.
Também em Setúbal haverá um "Estendal da Poesia" com a possibilidade de cada um deixar um poema escrito. Nesta cidade, onde nasceu o poeta Barbosa du Bocage, inicia-se, às 10:00, uma maratona de leitura de poemas para crianças, adolescentes, e jovens adultos que culmina às 21:00 com a leitura na Biblioteca Pública pela presidente da Câmara Municipal, Maria das Dores Meira, e pelos presidentes das juntas de freguesia sadinas, antecedendo o encontro com o poeta António Osório.

A viagem do elefante... também em búlgaro!

Em meados do século XVI o rei D. João III oferece a seu primo, o arquiduque Maximiliano da Áustria, genro do imperador Carlos V, um elefante indiano que há dois anos se encontra em Belém, vindo da Índia.
Do facto histórico que foi essa oferta não abundam os testemunhos. Mas há alguns. Com base nesses escassos elementos, e sobretudo com uma poderosa imaginação de ficcionista que já nos deu obras-primas como Memorial do Convento ou O Ano da Morte de Ricardo Reis, José Saramago coloca agora nas mãos dos leitores esta obra excepcional que é A Viagem do Elefante.
Neste livro, escrito em condições de saúde muito precárias não sabemos o que mais admirar - o estilo pessoal do autor exercido ao nível das suas melhores obras; uma combinação de personagens reais e inventadas que nos faz viver simultaneamente na realidade e na ficção; um olhar sobre a humanidade em que a ironia e o sarcasmo, marcas da lucidez implacável do autor, se combinam com a compaixão solidária com que o autor observa as fraquezas humanas.
Escrita dez anos após a atribuição do Prémio Nobel, A Viagem do Elefante mostra-nos um Saramago em todo o seu esplendor literário. In http://www.wook.pt/ficha/a-viagem-do-elefante/a/id/224912

segunda-feira, 19 de março de 2012

Prémio Vida Literária para o poeta João Rui de Sousa

O poeta, ensaísta e crítico literário João Rui de Sousa foi distinguido por unanimidade com o prémio Vida Literária da Associação Portuguesa de Escritores/Caixa Geral de Depósitos de 2012.
   O prémio de consagração, no valor de 25 mil euros, tem sido atribuído de dois em dois anos, a escritores de ficção, poesia e ensaio. Distinguiu, entre outros, José Saramago, Miguel Torga, Eugénio de Andrade, Mário Cesariny e Vítor Aguiar e Silva.
 Nascido em 1928, em Lisboa, João Rui de Sousa é poeta, ensaísta, crítico literário e investigador (integrou a equipa do Arquivo de Cultura Portuguesa Contemporânea de 1982 a 1993). No ano passado, doou o seu espólio literário à Biblioteca Nacional de Portugal. O seu acervo é constituído por cartas de/a António Ramos Rosa, Eugénio Lisboa, João Bigotte Chorão, João Palma-Ferreira, Jorge de Sena, José Carlos Gonzalez, Luís Amaro, Luiz Pacheco, Natália Correia, Pedro da Silveira, e ainda correspondência com Egito Gonçalves, Eugénio de Andrade, Fernando Guimarães, Herberto Hélder, Liberto Cruz, Maria Alzira Seixo ou Matilde Rosa Araújo.



















Carminho no top 5 do iTunes em Espanha


O novo álbum da fadista, Alma, entrou para o nº5 do top de vendas de álbuns no iTunes em Espanha e entrou diretamente para o primeiro lugar do top nacional de vendas em Portugal
Depois do sucesso alcançado com o dueto com o espanhol Pablo Alborán, Carminho volta a dar que falar em Espanha. O seu segundo álbum, intitulado Alma, entrou para o nº5 do top álbuns do iTunes em Espanha.
Este novo disco da fadista foi lançado simultaneamente em Portugal, Finlândia, Suécia e Espanha.
Alma entrou também diretamente para o primeiro lugar do top nacional de vendas em Portugal. In Diário de Notícias.

Jeremy Irons vem filmar 'Comboio Nocturno para Lisboa'

Jeremy Irons está em Portugal a filmar ‘Comboio Nocturno para Lisboa’ e, este domingo, na apresentação à imprensa do novo filme de Bille August, que protagoniza, lembrou ainda “as filmagens felizes de ‘A Casa dos Espíritos’, no Alentejo e Lisboa”, em 1993.
De regresso a Portugal com o mesmo cineasta, Bille August, o actor admitiu: “Não me lembrava de nada mas já tinha visto fotos de cá, da arquitectura, e sei que as coisas mudaram muito.”
Depois de um intervalo de 20 anos, actor e realizador voltam também a juntar-se, em Lisboa, a Paulo Trancoso, produtor que com eles trabalhou na adaptação da obra de Isabel Allende e que, desta vez, chamou a Cinemate (produtora de Ana Costa), para a parceria portuguesa.
Co-produzido por Portugal, Suíça e Alemanha, o filme é uma adaptação do livro de Pascal Mercier e será rodado em Lisboa nas próximas sete semanas e meia. O orçamento ronda os oito milhões de euros.